Mãe e filha desaparecem em SC; Criança é encontrada morta dois dias depois

SC: Criança que desapareceu com a mãe foi encontrada morta dentro de carro em rio - Foto: Reprodução/Redes Sociais
SC: Criança que desapareceu com a mãe foi encontrada morta dentro de carro em rio - Foto: Reprodução/Redes Sociais

A criança de 6 anos que desapareceu com a mãe no final de semana em Rio dos Cedros, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, foi encontrada dentro de um carro submerso em um rio do município nesta segunda-feira (5).

De acordo com a Polícia Militar (PM), a menina identificada como Liz Passero, estava morta dentro do automóvel. Equipes seguem as buscas pela condutora, Claudia Tambosetti, de 46 anos.

A advogada e a filha sumiram no sábado (3), quando saíram do sítio da família para dar uma volta e não foram mais vistas. Marcas de pneu, que indicam uma saída de pista, ajudaram os investigadores a localizarem o veículo.

Inicialmente, o caso é tratado pela Polícia Civil como sendo um acidente. No entanto, segundo o delegado André Beckman, somente perícias devem confirmar a causa do sumiço e da morte da menina. Ele destacou que a mãe da criança segue sendo procurada no rio.

Segundo relatos de uma sobrinha da mulher, Larissa Tambozetti, Claudia e o marido foram à região de Rio Rosina passar o final de semana no sítio da família. Morador de Jaraguá do Sul, o casal costumava frequentar o imóvel em dias de descanso.

"Populares avistaram uma parte do veículo aqui no rio e chamaram as autoridades. Nessa oportunidade, o Corpo de Bombeiros conseguiu resgatar esse carro e encontrar uma criança já sem vida. As buscas continuam para localizar essa mãe que, muito provavelmente, foi levada pela correnteza", disse o delegado do caso.

O carro foi encontrado, segundo os bombeiros, em um lugar onde a profundidade do rio era de aproximadamente 5 metros.

Após o almoço, depois das 12h, a mulher, a filha e um cachorro, saíram para ir ao supermercado, na mesma localidade. Durante o trajeto, as duas desapareceram.

Constatado o sumiço, a família logo se mobilizou e acionou o socorro. Corpo de Bombeiro Militar, o Grupo de Resgate de Alto Risco (Gerar), policiais e moto clube ajudam nas buscas desde o final de semana. Larissa, que acompanha os trabalhos no local, diz que a porta do motorista estava aberta quando a Pagero TR4 foi retirada da água.