Crianças que passam mais tempo conectadas são menos felizes, diz estudo

Foto: Pixabay/sasint

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Sheffield, na Inglaterra, concluiu que quanto mais tempo as crianças passam nas redes sociais, menos felizes se sentem com sua vida em geral.

Gastar uma hora extra por dia em redes sociais reduz em cerca de 14% a probabilidade de a criança estar completamente feliz, de acordo com a pesquisa. 

O uso excessivo das redes sociais se mostrou três vezes mais prejudicial para os pequenos do que viver com pais separados, por exemplo.

Para chegar a esse resultado, foram analisadas informações sobre cerca de 4 mil crianças entre 10 e 15 anos.

Para os pesquisadores, isso pode ser explicado por causa das comparações sociais ou por ocorrências de cyberbullying.

Eles também concluíram que o impacto do uso das redes se mostrou diferente para os meninos e meninas.

Elas se sentem menos felizes, particularmente no que diz respeito à aparência e questões escolares. Por outro lado, eles são mais felizes quando o assunto é o desempenho escolar e menos com suas amizades.