Criar passaporte da Covid é um crime, diz Bolsonaro

·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que considera "um crime" exigir a comprovação de vacinação contra a Covid-19 para permitir o acesso a determinados locais, conforme tem sido decretado por alguns Estados e municípios como forma de impulsionar as campanhas de imunização.

"Querer criar passaporte da Covid é um crime", disse Bolsonaro em discurso durante cerimônia no Palácio do Planalto sobre investimentos no setor ferroviário. "Querer impor regras por decretos estaduais ou municipais violando inciso da Constituição é um crime", acrescentou.

Antes do presidente, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, já havia criticado na semana passada o chamado passaporte de vacinação, argumentando que a medida restringiria liberdades.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos