Criatura 'alienígena' é vista em praia da Austrália após inundações

Australiano acredita que pode ter encontrado criatua alienígena (Reprodução / Redes Sociais)
Australiano acredita que pode ter encontrado criatua alienígena (Reprodução / Redes Sociais)
  • Publicação sobre alienígena despertou curiosos nas redes

  • Existe a suspeita de que seja um canguru em decomposição

  • Austrália é conhecida por ter diferentes espécies de animais

Um vídeo gravado e publicado nas redes sociais pelo australiano Alex Tan nessa terça-feira (29) mostra um suposto animal alienígena em uma praia do país, no estado de Queensland.

De acordo com Tan, ele estava caminhando no local após inundações quando tropeçou em algo. Ao olhar, ele notou o animal com uma “cabeça que parecia ser de um réptil e o corpo de um marsupial”.

Na publicação, o australiano pede que as pessoas expliquem o que seria aquele bicho. Ele também supõe que o corpo seja de um gambá. Entretanto, nos comentários, os internautas disseram que poderia se tratar do corpo de um canguru em decomposição.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Construção alienígena

Na semana passada, o astrônomo norte-americano Scott Waring, obcecado por ufologia, encontrou uma forma circular no fundo do mar, visível no Google Earth.

Ele é um ávido analista de fotografias dos rovers da Nasa, e afirmou ter encontrado de tudo, “desde um macaco em Marte até o corpo de 7,3 metros de altura de um monarca marciano morto em batalha há 1 milhão de anos”.

Localizada ao largo da costa oeste da América do Sul, perto das Linhas de Nazca do Peru, está uma série de enormes geoglifos construídos pelo povo de Nazca há quase 2 mil anos. Essas linhas são uma fixação comum para teóricos da conspiração, que às vezes afirmam que alienígenas estiveram envolvidos em sua construção.

Organismos alienígenas

No final de 2021, cientistas disseram que o aumento da exploração espacial amplia as chances de um organismo alienígena chegar à Terra. As informações foram publicadas em novo artigo na revista BioScience.

Como exemplo, os pesquisadores apontam a história da humanidade em mover espécies nativas para outros ambientes da Terra, transformando-as em organismos invasores e prejudicando outras espécies.

Portanto, os cientistas afirmam que tal comportamento poderia se repetir com a vida alienígena de outro planeta, de forma a contaminar a Terra, bem como o movimento oposto.