Criminosos explodem três agências bancárias em Muritiba (BA)

19 agências foram explodidas na Bahia em 2022 (Foto: Reprodução/TV Bahia)
19 agências foram explodidas na Bahia em 2022 (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Um grupo criminoso explodiu na madrugada desta segunda-feira (7), em Muritiba, município a 140 quilômetros de Salvador, Bahia, três agências bancárias.

Segundo o portal g1, o grupo, formado por cerca de 10 homens, explodiu agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Bradesco por volta das 3h.

Ainda não há informações sobre a existência de pessoas feridas ou a prisão de algum dos suspeitos.

Imagens registradas por moradores mostram as agências destruídas, com bastante vidro e destroços no chão. Moradores relataram que os imóveis próximos às agências também foram impactados com a explosão.

O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) informou que investiga as explosões.

A equipe da Coordenação de Repressão a Crimes contra Instituições Financeiras foi acionada e começou a coletar informações como as dos veículos usados pelo grupo criminoso para a chegada e a fuga da cidade.

De acordo com informações do Sindicato dos Bancários, com os crimes registrados nesta segunda, são 19 agências explodidas na Bahia somente este ano. O último ataque foi há exatamente um mês, na cidade de Irará.

Na ocasião, em Irará, a 135 quilômetros de Salvador, também três agências bancárias foram explodidas na madrugada do dia 7 de outubro. Digitais, vestígios de ferimentos e outros materiais são buscados.

Os moradores da cidade foram acordados com barulhos de bomba e tiros. Em imagens que viralizaram nas redes sociais, era possível ver o estrago causado pelas explosões. Os destroços ficaram espalhados por toda a rua. Também foram encontrados cápsulas e pedaços de cédulas no local.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), uma agência teve o cofre violado, em outro estabelecimento um caixa foi aberto e, na terceira agência, os criminosos não conseguiram cometer o roubo.

A SSP-BA contabiliza 11 ataques no estado, sem contar com os ocorridos na madrugada desta segunda em Muritiba.