Polícia da Argentina prende 11 pessoas e apreende 500 kg de cocaína

Buenos Aires, 16 mar (EFE).- A Polícia da Argentina desarticulou uma quadrilha, deteve 11 pessoas e confiscou 500 kg de cocaína, 21 mil doses de "paco" - droga de baixa qualidade, derivada da cocaína e geralmente usada em ambientes de pobreza - e US$ 4 milhões, informou a ministra de Segurança do país, Patricia Bullrich, nesta sexta-feira.

A ministra deu uma entrevista coletiva hoje e apresentou dados da operação Sinsacate, que fez 19 ações numa área de mil quilômetros.

"Esta operação, uma das maiores da história da luta contra as drogas na Argentina, foi resultado de dois anos de investigações", destacou a ministra.

A grupo, formado por argentinos e bolivianos, cruzava a fronteira em carros, mas chamou a atenção uma caminhonete da empresa de telecomunicações Telecom Argentina usada pelos envolvidos para passar por controles viários com mais facilidade e com a qual foi possível localizá-los.

A investigação começou em Buenos Aires, mas também abrangeu Salta, Jujuy e Tucumán, e terminou em Córdoba.

A operação foi coordenada pela Polícia Federal e pelo Ministério de Segurança e, segundo o órgão, todos os membros da organização foram detidos.

"O nosso trabalho não termina aqui. Já congelamos várias contas bancárias que serão de vital importância como informação para seguirmos a rota do dinheiro e deter os outros traficantes", afirmou. EFE