Crise econômica à parte, intenção de compra cresce 29% na black Friday

·2 minuto de leitura
Crise econômica à parte, intenção de compra cresce 29% na black Friday.
Crise econômica à parte, intenção de compra cresce 29% na black Friday.
  • Encomendada pelo Facebookc, pesquisa aponta para preferência de consumidores por compras online;

  • Mais de 70%, afirmam que usam aplicativos da rede social na busca por novos produtos e marcas;

  • Público busca frete grátis (54%); preço do produto (51%); e qualidade do produto (48%);

Roupas e acessórios. Eletrônicos. Celulares. Informática. Esses são os produtos mais cotados para a Black Friday deste ano, que será 29% maior do que no ano passado, como mostra uma pesquisa da Offerwise encomendada pelo Facebook.A pesquisa aponta para uma preferência dos consumidores por compras feitas no ambiente online.

Dos 400 brasileiros entrevistados, somente 41% dos respondentes consideram as lojas físicas como o melhor canal de venda, contra 57% das respostas na pesquisa feita em 2020. Além disso, 77% dos perguntados devem usar seus smartphones como principal canal de compra em 2021, contra 53% no ano passado.

Leia também:

O Facebook por si só também teve certo destaque no cenário digital. Como prova, mais de 70% dos entrevistados afirmaram que usam aplicativos da rede social na busca por novos produtos e marcas. Nesse sentido, 60% admitiu a influência dos comentários e avaliações sobre produtos e serviços publicados no Facebook e Instagram no processo de compra.

Frente a uma tendência que começou ainda no ano passado, os dados revelam que 89% dos interrogados responderam que anúncios publicados no Facebook foram decisivos durante a compra de produtos na última Black Friday, em 2020.

Apesar da predileção pelo online, a pesquisa mostra que consumidores também estão atentos a estratégias que considerem as lojas físicas. Cerca de 70% dos entrevistados afirmaram que desejam comprar online e retirar o produto nas lojas, em busca de mais agilidade. A busca de 80% dos brasileiros também será por ofertas personalizadas na data.

Desse modo, irão se destacar as empresas que conseguirem centralizar suas campanhas de marketing em diferentes canais de contato com o consumidor, e assim deixando as ofertas mais “a cara” de cada um dos compradores e privilegiando sempre a experiência de compra, do início ao fim.

O diretor geral do Facebook no Brasil, Conrado Leister, comentou os resultados da sondagem. "Com esta mudança de comportamento, acelerada pela pandemia, ajudar as pessoas a encontrarem marcas e produtos relevantes e a ter uma boa experiência na interação serão fatores essenciais para o sucesso da estratégia de marketing das empresas”.

As empresas podem usar de alguns mecanismos para atrair o público. Para os consumidores, os mais decisivos são: frete grátis (54%); preço do produto (51%); e qualidade do produto (48%).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos