Crise energética e apoio à Ucrânia no centro da discórdia na Chéquia

Milhares de manifestantes reuniram-se novamente na quarta-feira na capital da Chéquia, para condenar a forma como o governo do país lidou com a crise energética e com o apoio à Ucrânia.

Aproximadamente 70 mil pessoas reuniram-se em dia de feriado nacional, voltando a repetir a demontração feita na praça Venceslau, em Praga, a 3 de Setembro.