Crise na Ucrânia: Otan anuncia envio de reforços militares ao leste da Europa

·2 min de leitura

As incertezas de um confronto militar na Ucrânia continuam mantendo o mundo em suspense. Países da Otan anunciaram nesta segunda-feira (24) o envio de reforços militares para o leste da Europa. Moscou diz que ação é exagerada, mas impõe condições para uma desescalada da crise.

Conselheiros políticos da Rússia, Ucrânia, França e Alemanha se encontram na quarta-feira (26) em Paris para discutir a crise entre Moscou e os países ocidentais sobre o destino da ex-república soviética.

A Rússia desmente que planeje uma invasão da Ucrânia, mas mobilizou mais de mil tropas e armamentos pesados na fronteira entre os dois países. Já os líderes ocidentais não conseguem chegar a um acordo sobre como reagir caso o ataque russo se concretize.

Os países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) vão reforçar a capacidade de defesa no leste da Europa, com o envio de aviões e navios para contrabalançar a concentração de tropas russas na fronteira com a Ucrânia, anunciou a instituição nesta segunda-feira.

Os países da Aliança "estão colocando suas forças em estado de alerta e enviando navios e aviões de combate adicionais da OTAN no Leste Europeu, reforçando a dissuasão e a defesa", disse a Aliança Atlântica em um comunicado.

"A OTAN continuará tomando todas as medidas necessárias para proteger e defender todos os aliados, inclusive reforçando a parte oriental da Aliança", afirmou seu secretário-geral, Jens Stoltenberg, na nota.

Do mesmo modo, completa a nota divulgada, a França "manifestou sua disposição de enviar tropas para a Romênia sob o comando da OTAN".


Leia mais

Leia também:
Rússia e Reino Unido aceitam retomar diálogo sobre crise na Ucrânia
Após revelações do Reino Unido, cresce risco de conflito armado entre Rússia e Ucrânia
Ucrânia promete desmantelar grupos pró-Rússia após acusação de ministra britânica

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos