Cristiano Ronaldo é advertido pela polícia por agredir torcedor

Cristiano Ronaldo foi interrogado no início do mês por ter dado tapa na mão de um jovem em maio.
Cristiano Ronaldo foi interrogado no início do mês por ter dado tapa na mão de um jovem em maio. Foto: (Visionhaus/Getty Images)

A polícia da Inglaterra deu apenas uma advertência para Cristiano Ronaldo sobre o caso de agressão contra Jacob Harding, menor de idade torcedor do Everton que levou um tapa na mão na saída do gramado do Estádio Goodison Park em abril deste ano, em partida válida pela temporada 2021/2022 da Premier League. Na ocasião, o garoto, que tem autismo, estava gravando um vídeo da saída dos jogadores e fez uma piada com CR7, que deu um tapa derrubando o aparelho celular.

Nesta quarta-feira, o astro português compareceu à delegacia de Merseyside e deu depoimento, de acordo com o departamento policial da região divulgou em comunicado: "um homem de 37 anos compareceu voluntariamente e foi entrevistado em relação a uma alegação de agressão e danos criminais. A alegação está relacionada a um incidente após a partida de futebol Everton x Manchester United em Goodison Park no sábado, 9 de abril".

Leia também:

O caso, que foi tratado sob o regime de sigilo judicial por todas as partes, foi concluído, de acordo com as autoridades locais. Meios de comunicação da Inglaterra relatam que Cristiano Ronaldo deve ter feito o pagamento de uma indenização ao garoto e sua família.

À época, o camisa 7 do Manchester United usou as redes sociais para pedir desculpas ao garoto, além de tê-lo convidado para assistir a uma partida dos Red Devils no Estádio Old Trafford, mas a mãe dele não ficou satisfeita com o pedido e o acusou de agressão contra uma criança que faz parte do espectro do autismo.