Cristiano Ronaldo: 'tristeza' não tem a ver com dinheiro

O craque português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, declarou nesta terça-feira, em sua página na rede social Facebook, que a "tristeza" à qual se referiu no domingo ao explicar por que não comemorou os dois gols que marcou contra o Granada "não tem nada a ver com dinheiro".

CR7 rebateu assim as críticas feitas pela imprensa espanhola, que chegou a especular que este mal estar estaria relacionado com uma insatisfação em relação ao salário que recebe no Real.

"Que eu esteja triste e o tenha dito causou um enorme alvoroço. Acusam-me de querer mais dinheiro, mas um dia será provado que não é o caso", publicou o astro.

"Neste momento, queria só garantir aos torcedores do Real Madrid que a minha motivação, dedicação, empenho e vontade de ganhar todas as competições não serão afetados", afirmou.

"Tenho muito respeito por mim mesmo e pelo Real Madrid para algum dia dar menos ao clube do que aquilo de que sou capaz. Um abraço a todos os madridistas", completou

A "tristeza" de Cristiano Ronaldo gerou muitas especulações na imprensa espanhola depois de o português ter evitado comemorar os gols que marcou na vitória por 3 a 0 do Real sobre o Granada no último domingo.

"Estou triste por motivos profissionais, por isso não comemorei os gols", tinha declarado o atacante depois da partida, sem dar mais esclarecimentos.

O jogador recebeu mensagens de apoio por parte dos seus companheiros de equipe.

"Se Cristiano está triste, é claro que ele pode contar conosco. Ele também precisa de mais respaldo por parte do clube e tenho certeza de que receberá o carinho da nossa torcida", declarou o zagueiro Álvaro Arbeloa na sua chegada na concentração sa seleção espanhola.

"O Real Madrid é uma família. Quando um membro não está totalmente feliz todos têm que ajudá-lo, que seja Cristiano ou Essien, Özil ou qualquer outro", completou Arbeloa.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias