Cristina Mortágua desabafa depois de cogitar criar perfil em site adulto: 'Estou sendo discriminada'

·1 min de leitura

Mãe do filho de Edmundo, Cristina Mortágua desafabou após receber críticas por cogitar criar um perfil na plataforma OnlyFans, que permite a comercialização, mediante assinatura, de conteúdo autoral e adulto na web. Ela havia falado sobre a possibilidade de ingressar na rede por conta de dificuldades financeiras pelas quais tem passado. Após a repercussão, Cristina diz estar sendo discriminada.

"Agora que pessoas estão me dando ideias para aderir ao onlyfans, estou sendo discriminada. Meus amores, eu tenho muito orgulho do meu passado de capa de revista. Pois foi graças a ele que me tornei musa dos anos 90 apresentada por ninguém mais e ninguém menos que Sergio Chapelin. É porque hoje, no auge no feminismo, onde a mulher decide o lugar que ela quer estar e o lugar que não quer estar, eu tenho que deixar os puritanos de plantão fazerem as minhas escolhas? Quer dar palpite? Paga as minhas contas e não são as básicas não são os meus luxos que eu não sei o que significa a 2 anos", comenta ela, que ressaltou, na web, ainda não ter se decidido se irá ou não ingressar na plataforma.

Cristina conta ainda que fãs e amigos tem ajudado-a financeiramente a pagar as contas da casa. "Mas não é o suficiente". Acrescenta que a prioridade é administrar a depressão: "Ainda não sei se vou aderir à plataforma. Minha prioridade é acertar a medicação para viver melhor. A única coisa que eu gostaria hoje era pegar um sol pois o sol estimula a melatonina e andar na praia que, para mim, é uma terapia."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos