Crivella derruba urgência da votação do projeto da Comlurb na Câmara do Rio

Camilla Pontes
Os funcionários compareceram à Câmara em todos os dias de discussão do projeto

Depois de travar vários dias das sessões plenárias e render longos debates entre os parlamentares da Câmara de Vereadores do Rio, caiu, nesta quinta-feira (dia 5), a urgência do projeto de lei complementar que pretendia incorporar para a estrutura da Prefeitura do Rio 2.440 funcionários celetistas da Comlurb ao transformá-los em servidores estatutários. O líder do governo, vereador Dr. Jairinho (MDB), representando o prefeito Marcelo Crivella, retirou a urgência da votação.

Ao contrário do que disseram as análises do Tribunal de Contas do Município (TCM) e o Instituto de Previdência e Assistência (Previ-Rio), Dr. Jairinho defendeu que o projeto não vai causar rombo à Previdência. No entanto, concordou adiar a votação, ainda sem uma nova data definida.

Leia mais: Projeto da Comlurb vai comprometer limite de gasto com pessoal, diz TCM

— Foi feito o cálculo atuarial das perdas, e o que vai ser feito pra frente compensa e muito. Então, é um projeto que tem meu voto, tem meu apoio. Presidente, em respeito às Comissões desta Casa, em respeito às cinco sessões de paralisação desta Câmara por conta de pequenas dúvidas a serem dirimidas, eu entrego a Vossa Excelência um ofício de retirada da urgência do projeto — disse.

Momentos antes, os vereadores da base do governo, Thiago K. Ribeiro (MDB) e Junior da Lucinha pediram para o lider retirar a urgência da votação:

—  Tenho certeza de que a maioria dos meus colegas ainda não tem definição sobre esse tema, que é de muita relevância para a cidade, sobretudo para os 200 mil servidores ativos e inativos, não só para os 2.400 tratados nesta matéria — afirmou Thiago K.

Veja também: Transformação de celetistas da Comlurb em estatutários é inconstitucional, diz vereadora

Junior da Lucinha também pediu para que o texto seja debatido em audiência pública da Comissão de Administração e Assuntos Ligados ao Servidor

— Encaminho no mesmo sentido do nobre Vereador Thiago K. Ribeiro. Eu, como Presidente da Comissão de Administração e Assuntos Ligados ao Servidor Público, o Vice-Presidente Fernando William e o nosso querido Inaldo Silva, Vogal, por ser um tema de extrema relevância, vemos que o plenário hoje tem muitas dúvidas sobre esse projeto.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra (21 99644 1263)