Crivella diz que crise do coronavírus ajuda Bolsonaro a se fortalecer 'guiado por Deus'

Luiz Ernesto Magalhães
O prefeito do Rio, Marcelo Crivella

Em meio ao desgaste político provocado pelo seu comportamento em relação à pandidemia do coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro ganhou, na noite desta segunda-feira, uma declaração pública de apoio do prefeito do Rio, Marcelo Crivella. Em uma transmissão em rede social por volta das 20h, no mesmo horário em que o ministro da Saúde, Luiz  Henrique  Mandetta, concedia uma entrevista coletiva informando que permaneceria no cargo, Crivella rasgou elogios ao presidente. Ele disse que Bolsonaro está fazendo um trabalho extraordinário na condução da crise durante a pandemia, o que só fortaleceu a liderença política do presidente. 

- Tenho certeza que o presidente da República está sendo guiado por Deus. Presto a ele toda a solidariedade. No meu partido, o Republicanos, tenho certeza que os 31 deputados, salvo um outro que tenha opinião divergente, cerra fileiras com o nosso presidente. Reconhecemos sua autoridade, sua sinceridade, sua competência, seu amor pelo Brasil, sua fé em Deus. Nunca tivemos um presidente tão ciente de suas magnas responsabildiades. E se Deus o escolheu e fez com que passasse momentos dificeis e duros, o presidente amadureceu e se fortaleceu para conduzir a nós todos e a nação nesses dias difíceis. Desse dias, ressurgiremos como uma nação muito mais unida na fé e muto mais fortalecida - disse o prefeito do Rio

As declarações de Crivella foram feitas em canal particular. Bispo licenciado da Igreja Universal, ele fez uma transmissão recheada de citações religiosas. Essas transmissões, feitas nas segundas-feiras, são acompanhadas geralmente por evangélicos. Crivella se aliou a Bolsonaro para tentar se reeleger prefeito. O vereador Carlos Bolsonaro e o senador Flávio Bolsonaro se filiaram ao partido recentemente. 

O prefeito  acrescentou que por orientação de Bolsonaro, também jejuou no domingo, pedindo a Deus pelo fim da pandemia:

- Quanto uma nação liderada pelo seu presidente dobra o joelho diante de Deus é algo extraordinário, fantástico. Tenho certeza absoluta que os anjos levaram aos céus a prece de todoa nossa nação. 

A transmissão terminou com Crivella rezando o Pai Nosso, mas com um apelo especial para não faltar cesta básica para o carioca.

- O pão nosso de cada dia nos dai hoje, Senhor. Não deixei  faltar cesta básica para nenhum carioca. Não deixa faltar cesta básica, meu Deus - orou Crivella.