Crivella faz 'apelo' a Witzel para reabertura de restaurante popular de Madureira

Leticia Lopes
O prefeito Marcelo Crivella comemora marca de 4 milhões de refeições servidas nos três restaurantes populares do município

RIO — O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, fez um pedido ao governador Wilson Witzel para acelerar o processo de reabertura do Restaurante Popular Tia Vicentina, em Madureira, na Zona Norte. O local, que já chegou a servir três mil refeiçoes por dia, está fechado desde 2016.

— A Caixa Econômica exigiu que nós tivéssemos a cessão do imóvel por 20 anos, e nós estamos pelejando aí para conseguir com o governador, que tem nos ajudado sempre. Assim que tivermos o dinheiro, nosso maior desejo é reabrir em dois, três meses — afirmou o prefeito.

O pedido de Crivella foi feito durante um evento no restaurante de Bangu, em comemoração a marca de quatro milhões de refeições servidas nos três restaurantes populares da cidade.

A municipalização dos restaurantes populares foi uma promessa de campanha de Crivella, que reabriu as unidades de Campo Grande, Bangu e Bonsucesso. Em agosto de 2017, a prefeitura chegou a anunciar em seu site que as obras no Tia Vicentina já estavam em andamento e que ele seria aberto no meio de 2018, mas o local segue abandonado.

— Estamos fazendo aqui uma comemoração de quatro milhões de refeições servidas nos nossos restaurantes populares, reabertos na nossa gestão. Está faltando um, de Madureira, que eu faço até um apelo ao governador do estado que nos ceda aquele local. Só via cessão que a gente vai reabrir lá — disse Crivella.

Em nota, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH) informou que o imóvel está em regime de gestão compartilhada com o município desde 2017, e o convênio termina em julho de 2021.

"A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, solicitou ao Governo do Estado a prorrogação do termo de convênio por mais 20 anos, a fim de que pudesse atender a exigências da Caixa Econômica Federal para financiar obra de reforma do equipamento. Esta solicitação está sob análise da Assessoria Jurídica da SEDSODH", diz a nota.