Crivella inaugura tomógrafo na Pavuna, e evento provoca aglomeração

Cléber Júnior e Lívia Neder
Prefeito desrespeita o protocolo de saúde e é cercado por apoi

RIO - A inauguração de um tomógrafo na Pavuna, promovida pelo prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella, na manhã deste domingo, reuniu mais de cem pessoas em um pequeno espaço. Sem esquema de isolamento, o prefeito discursou cercado de apoiadores, no meio da aglomeração. Desrespeitando os protocolos de saúde que recomendam afastamento durante a pandemia, ele atendeu pedidos de fotos ao ser abordado por diversas pessoas no fim do discurso. Durante o evento, Crivella disse que não pensa em reeleição.

De acordo com o prefeito, com os tomógrafos os médicos terão mais chances de salvar vidas no combate à Covid-19, sobretudo se for no início da doença. Na inauguração, Crivella lembrou que a prefeitura comprou 16 tomógrafos no ano passado, um deles doado ao Hospital Mario Kroeff, instituição de caridade que cuida de pacientes com câncer, e os outros 15 estão espalhados pela cidade para fazer a detecção precoce do novo coronavíru, diagnosticando as pneumonias virais.

— Em termos de saúde pública é um passo enorme. Temos tomógrafos de 128 canais que fazem exames em 20 segundos, com uma precisão enorme, e que chegam a ver partículas do nosso corpo que só no microscópio. As tomografias serão levadas a uma central de laudos e vão gerar diagnósticos perfeitos. Eu tenho repetido sempre: se a doença for detectada no início nós vamos vencer — disse Crivella.

Questionada sobre a aglomeração provocada no evento e a ausência de um esquema de segurança que prevenisse  o afastamento das pessoas, com o distanciamento recomendado pelas autoridades de saúde, a prefeitura disse que, logo que chegou ao local, o prefeito  pediu aos presentes, ao microfone, que se afastassem, de acordo com a distância determinada pelas autoridades médicas.

"O prefeito tem solicitado repetidamente que se evite aglomeração em qualquer local da cidade. Na inauguração do tomógrafo na Pavuna, antes mesmo da chegada do prefeito, a equipe da prefeitura pediu, ao microfone, que as pessoas não ficassem próximas umas das outras. No entanto, a prefeitura reforçará medidas em próximas ocasiões para que não ocorram aglomerações", diz a nota.

 

Nosso objetivo é criar um local seguro e atraente para os usuários se conectarem a interesses e paixões. Para melhorar a experiência de nossa comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários dos artigos.