Croácia à espera do Euro e de Schengen

A presidente da Comissão Europeia deu as boas vindas à Croácia, que no próximo domingo passa a ser o vigésimo membro da zona Euro e o vigésimo sétimo membro do espaço Shengen. Ursula von der Leyen destacou o "apego enraizado" do país ao bloco dos 27.

"O alargamento de Schengen torna-nos mais fortes, e a Croácia pode agora contribuir plenamente para um espaço Schengen mais próspero e resiliente", disse. Von der Leyen acrescentou que, no mesmo dia, os croatas "juntam-se a uma comunidade de 347 milhões de europeus que utilizam o euro na sua vida quotidiana". "Este é um grande feito para a Croácia, um símbolo da sua profunda ligação à União Europeia (UE) e um momento simbólico para a zona Euro como um todo" afirmou. Para Ursula von der Leyen, este é também " um momento de orgulho para a UE, e para a Croácia e os seus cidadãos".

A entrada oficial no espaço Schengen significa o fim do controlo de passaportes para cidadãos da UE. Significa também controlos mais rigorosos nas fronteiras com países que não pertencem ao bloco. Segundo as agências de notícias croatas, centenas de cidadãos russos da Chechénia e do Daguestão chegaram nas últimas semanas à capital da Bósnia, com a intenção de entrarem na União Europeia através da Croácia.