Croácia celebra entrada no espaço Schengen e na zona euro

O Presidente esloveno Nataša Pirc Musar, o primeiro-ministro croata, Andrej Plenković e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, reuniram-se em Obrezje para celebrar a entrada do euro na Croácia e a entrada do país no espaço Schengen.

Um dia histórico, dizem, que deveria ser celebrado em toda a União Europeia.

Ursula von der Leyen disse: "A próxima geração de croatas irá crescer em Schengen. As pessoas poderão viajar livremente, os negócios não serão dificultados por controlos, as viagens sem barreiras trarão resultados tangíveis para as pessoas que vivem ao longo da fronteira, trabalham do outro lado da fronteira ou têm família em ambos os lados da fronteira".

Uma livre circulação que implica o reforço da segurança, ao longo das fronteiras com os vizinhos não-membros da UE, como a Bósnia ou a Sérvia.

Ádám Magyar, o repórter da Euronews acompanhou as cerimónias numa fronteira interna da União.

"A fronteira entre a Eslovénia e a Croácia tem um comprimento de 670 quilómetros. A conferência de imprensa realizou-se no seu ponto mais movimentado, a cerca de 10 quilómetros de Zagreb. Em 2019, o último ano antes da pandemia, 29 milhões de pessoas foram registadas nos postos fronteiriços entre os dois países", disse.