CCR vence leilão e arremata Presidente Dutra e BR-101 no trecho Rio-SP

·2 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 02.06.2018 - Movimentação de veículos pela rodovia Presidente Dutra, no km 212, na altura da capital paulista. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 02.06.2018 - Movimentação de veículos pela rodovia Presidente Dutra, no km 212, na altura da capital paulista. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A CCR venceu nesta sexta-feira (29) o leilão do sistema rodoviário Rio-São Paulo Presidente Dutra, que compreende os trechos da BR-116 e da BR-101 nos dois estados.

O leilão ocorreu às 14h na B3, em São Paulo. A empresa fez uma oferta de 15,31% de desconto no desconto de pedágio, e o valor da oferta de outorga foi de R$ 1,77 bilhão.

A outra competidora, Ecorodovias, propôs 10,90%. O leilão foi no modelo híbrido, combinando os critérios de menor tarifa e maior outorga.

A previsão de investimentos nos próximos 30 anos de administração é de R$ 14,8 bilhões, com custos operacionais de cerca de R$ 11 bilhões.

O leilão é considerado o maior da história do setor, agregando a concessão da Dutra e da rodovia Rio-Santos (BR-101, compreendendo São Paulo e Rio). Metade do PIB brasileiro passa pela Dutra.

O sistema rodoviário possui extensão total de 625,8 km. O trecho da Dutra corresponde a 355,5 km. Trata-se da principal ligação entre as regiões metropolitanas de Rio e São Paulo, além de ser rota de conexão entre o Nordeste e o Sul do país.

O trecho da BR-101 corresponde a 270,3 km. Liga o Rio de Janeiro ao litoral sul fluminense até o município de Ubatuba (SP).

Entre os investimentos mais importantes da empresa está a implantação da nova Serra das Araras, com traçado mais moderno de extensão de 16,2 km, e duplicação de 80 km da BR-101/Rio, segundo edital de licitação da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) divulgado em agosto.

Outra característica do edital é a adoção do sistema de pedagiamento chamado free flow, que permite a cobrança sem interrupção do tráfego e a presença de cabines de cobrança.

Novas praças de pedágio serão localizadas na BR-101/RJ. A ANTT adotou uma tarifa sazonal: durante a semana, o valor é 66% inferior ao praticado nos fins de semana e feriados. O preço dos trechos de via única será menor do que os de via dupla.

Segundo a agência, estão previstos investimentos em faixas adicionais, novas vias marginais, passarelas, pontos de parada para caminhoneiros, acessos, interseções em desnível, rotatórias, retornos e paradas de ônibus.

O grupo CCR atua nos segmentos de concessão de rodovias, mobilidade urbana, aeroportos e serviços. Tem 26 ativos em oito estados brasileiros. A companhia é responsável pela gestão e manutenção de 3.955 quilômetros de rodovias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos