Holanda diz que Rússia tentou influir nas últimas eleições do país

Haia, 5 abr (EFE).- A Rússia tentou interferir nos resultados das eleições realizadas na Holanda no último dia 15 divulgando notícias falsas ou "meias verdades", revelou o relatório o AIVD, o serviço de inteligência holandês.

"Tentou influir nas intenções de voto do eleitorado holandês e empurrar na direção equivocada mediante a divulgação de notícias que não são verdadeiras ou são parcialmente certas", afirmou o diretor do AIVD, Rob Bertholee, que se mostrou preocupado com o aumento dos ciberataques russos.

Ele disse que o Executivo em Moscou "não conseguiu interferir substancialmente" no pleito, porque as autoridades holandesas tomaram medidas adicionais, como a contagem manual dos votos.

O serviço de inteligência americano advertiu à Holanda sobre os possíveis ciberataques russos, como o que ocorreu com o partido democrata nas recentes eleições dos Estados Unidos.

O relatório indica que a ameaça da Rússia "é maior do que há um ano" e adverte que os russos são "extremamente ativos na espionagem" não apenas durante as eleições. EFE