Cruzeiro dobra número de sócios após compra de Ronaldo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Visita de Ronaldo, na Toca da Raposa 2, em Belo Horizonte. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro  IMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação, seu uso comercial está vetado incondicionalmente por seu autor e o Cruzeiro Esporte Clube. IMPORTANT: image intended for institutional use and distribution. Commercial use is prohibited unconditionally by its author and Cruzeiro Esporte Clube.
Após chegada de Ronaldo, programa de Sócio Torcedor passou dos 20 mil inscritos. Foto: (Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Que a compra do Cruzeiro por Ronaldo Fenômeno empolgou os torcedores da Raposa, todos sabem. O que demonstrou o tamanho da euforia cruzeirense foi a divulgação do número de torcedores inscritos no programa de Sócio Torcedor do clube.

De pouco mais de 10 mil sócios cadastrados até o dia 17 de dezembro, quando foi anunciada a compra da SAF por parte do ex-jogador, o número saltou para 21.497 sócios torcedores que apoiam o clube mineiro. Ao olhar friamente os dados, pode se constatar que a entrevista coletiva de Ronaldo, realizada na terça-feira, foi primordial para esta alavancada dos números. De segunda para terça, eram contabilizados 15.235 sócios do Cruzeiro, já na quarta-feira, dia seguinte à entrevista, o número já passava de 18 mil e chegamos, então, nos 21.497 desta quinta-feira (até o fechamento da reportagem).

Leia também:

Para as finanças do Cruzeiro, pasta tão preocupante por causa dos atos irresponsáveis e criminosos das gestões anteriores, as novas associações representam mais de R$ 4,5 milhões para os cofres alviazuis. Parte do valor pode ser usada diretamente no departamento de futebol, mas não será em sua totalidade.

Até novembro do ano passado, não se sabia ao certo qual era a quantidade de sócios torcedores do Cruzeiro. Isso porque a senha de controle do sistema havia sido perdida quando pessoas do setor responsável, que eram contratadas pela gestão de Wagner Pires de Sá, foram demitidas e não informaram aos funcionários que ficaram no clube quais eram os passos para reestabelecer a senha do sistema.

A retomada só foi possível após a contratação da Feng, empresa de gestão de programas de sócios torcedores, que mapeou a situação e pôde resolvê-la.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos