Cruzeiro e Atlético-MG assinam novo patrocínio com empresa mineira; América-MG fica fora por questões políticas

·1 minuto de leitura

Cruzeiro e Atlético-MG acabam de assinar um novo patrocínio. Trata-se da empresa mineira Buser, plataforma virtual que conecta viajantes a pequenas e médias empresas fretadoras. Conhecida como “Uber dos ônibus”, ela fará um investimento de cerca de R$ 3 milhões nos cofres de cada um dos clubes.

Contudo, por questões políticas, o América-MG, que também negociou com a empresa, acabou ficando de fora da parceria. Isso aconteceu porque o presidente do clube, o deputado estadual Alencar da Silveira Júnior (PDT), vetou qualquer tipo de acordo.

O parlamentar, inclusive, é o autor de uma representação junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG), que abriu caminho para a derrubada, na Assembleia Legislativa local, de um decreto do governador Romeu Zema (Novo) flexibilizando as regras do transporte fretado no estado, o que favoreceria empresas como a Buser.

Na noite da última quinta, o Tribunal de Justiça derrubou os efeitos da decisão do TCE-MG, que havia suspendido o decreto e proibido o Governo do Estado de emitir novas autorizações de viagens fretadas. O Judiciário acatou o pedido de liminar, que foi apresentado pela Câmara Brasileira de Economia Digital.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos