Cuba colocará viajantes em quarentena em meio a aumento da Covid-19

·1 minuto de leitura

HAVANA (Reuters) - A maioria dos viajantes que entrar em Cuba a partir de 6 de fevereiro ficará em quarentena por até uma semana, anunciou o governo no sábado, e os voos dos Estados Unidos e alguns outros países serão reduzidos a não mais do que um por semana por companhia aérea.

Os turistas terão que permanecer em hotéis por conta própria e os moradores em centros especiais gratuitamente até que um teste em cinco dias dê negativo.

Os visitantes já precisam chegar com teste negativo do novo coronavírus e fazer outro no aeroporto.

Alguns resorts isolados podem ter regras mais flexíveis, enquanto diplomatas, empresários, estudantes estrangeiros e jornalistas terão seus próprios locais e protocolos.

(Por Marc Frank)