Cuba se soma a países que aplicam dose de reforço contra Covid

·1 min de leitura
Criança recebe dose da vacina cubana Soberana Plus, em 24 de agosto de 2021, em Havana (AFP/ADALBERTO ROQUE)

Cuba se somará na próxima semana aos países que aplicam uma dose de reforço da vacina contra a Covid-19, no momento em que 65,9% da população da ilha concluiu o esquema de imunização e os casos da doença diminuem de forma sustentada.

“Essa vacinação de reforço será em dose única e irá imunizar a população de todos esses municípios que tiverem recebido as três doses, ou seja, o esquema completo da vacina", anunciou a vice-diretora de Saúde de Havana, Nilda Roca.

Cuba vacinou 7,3 milhões de pessoas com as três doses que compõem o esquema completo da Abdala e da Soberana 02, duas das três vacinas desenvolvidas pela ilha, que aguardam o reconhecimento da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A dose de reforço será a quarta e irá se destinar às pessoas que tenham recebido a última dose há mais de cinco meses. Para o reforço, Cuba usará a Soberana Plus, também desenvolvida por cientistas nacionais.

O país soma 954.342 casos de Covid e 8.252 mortos, em 21 meses de pandemia.

cb/lp/ag/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos