Cuca explica que Vargas ficou fora de partida contra o Coritiba por decisão da diretoria

Atacante não foi relacionado para jogo em Curitiba - (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)


O atacante Eduardo Vargas, do Atlético-MG, ficou de fora dos relacionados para a partida contra o Coritiba deste domingo, após expulsão sofrida na partida contra o Palmeiras pela Libertadores na última quarta-feira. O treinador Cuca explicou que a decisão partiu da diretoria do clube.

Na chegada ao Couto Pereira neste domingo, Cuca explicou que o atacante ficou de fora por diretrizes da diretoria atleticana, e revelou também que Vargas já deverá estar de volta na próxima partida do time.

Vargas foi expulso no último lance da partida da Libertadores após reclamar veementemente com o árbitro do jogo. Com a decisão da classificação indo para os pênaltis, Vargas não pôde realizar uma das cobranças, fator que pode ter sido decisivo para a eliminação do Galo.

Em entrevista coletiva realizada na última sexta-feira, Rodrigo Caetano, diretor executivo do Atlético-MG, revelou que o atacante foi punido pelo clube após a expulsão. O diretor também disse que Vargas pediu desculpas para os companheiros de time.

- Nestes casos específicos, tem sim a punição, e ela já ocorreu. Ela já foi aceita pelo atleta inclusive, e é uma punição administrativa neste primeiro momento. O Vargas hoje faz parte do elenco - disse o diretor.