Técnico no DM? Cuca machuca dedo em comemoração de gol do Galo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Cuca comemorou muito a vitória sobre o Grêmio com Mineirão lotado. Foto: Miguel Schincariol/Getty Images
Cuca comemorou muito a vitória sobre o Grêmio com Mineirão lotado. Foto: Miguel Schincariol/Getty Images

Jogo duro entre o líder e um time que briga contra o rebaixamento. Com resultado de igualdade a partida caminhava para o final até que um pênalti é marcado. Gol e explosão da torcida e de todos os presentes no estádio. Resultado: lesão no técnico após a comemoração.

Essa foi a história de Cuca na vitória do líder Atlético-MG sobre o Grêmio, por 2 a 1, nesta quarta-feira, em um Mineirão lotado de atleticanos. Em lance polêmico aos 28 minutos da etapa final, o VAR flagrou toque de mão de Campaz que estava na barreira em falta cobrada por Nacho. O chileno Vargas foi o responsável pela cobrança, que recolocou o Galo na frente do marcador e garantiu vitória importantíssima para o time mineiro: 2 a 1.

Leia também:

Após comemorar o gol, o treinador mostrou o dedo machucado para o meia-atacante Matías Zaracho, responsável pelo primeiro tento atleticano. Ele recebeu um rápido atendimento da equipe médica do time mineiro, que aplicou um spray no local lesionado, mas não quis deixar o banco de reservas até o fim da partida.

Com mais uma vitória, a 19ªna competição, o Atlético foi a 62 pontos e abriu dez de distância para o Palmeiras, vice-líder do Brasileirão.

Confronto marcou recorde de público na Série A

Além dos três pontos conquistados, o jogo teve marcas expressivas para a torcida atleticana. Os 56.624 presentes no Mineirão, marcaram o recorde absoluto do Campeonato Brasileiro até aqui. Além disso, o público se tornou o maior da história do Galo desde que o estádio mineiro foi reaberto após reformas, em 2013, visando a Copa do Mundo do ano seguinte.

O número fica ainda mais relevante quando lembramos que, naquela temporada, o Atlético-MG conquistou a Libertadores, em cima do Olímpia do Paraguai, com 56.557 torcedores, em noite que jamais será esquecida pelos torcedores da equipe mineira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos