Curado do novo coronavírus, Alcolumbre diz que isolamento social é 'fundamental' para conter avanço da doença

Thais Arbex
Alcolumbre preside sessão do Senado

BRASÍLIA — O presidente do Congresso e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), está curado do novo coronavírus. O senador recebeu nesta quinta-feira a prova e contraprova dos novos exames, ambos negativos para a Covid-19.

—  Acabei de receber a prova e a contraprova do meu exame, dando negativo. Já posso retomar as minhas atividades como presidente do Senado e do Congresso Nacional —  disse Alcolumbre, em áudio enviado ao GLOBO.

O presidente do Senado, diagnosticado com a doença no dia 18 de março, defendeu o isolamento social como medida “fundamental para conter o avanço da doença” e cobrou celeridade na adoção de medidas sócio-econômicas.

— As decisões de governadores e prefeitos, de ficarmos em isolamento social, é fundamental para conter o avanço da doença e não colapsar o sistema de saúde do Brasil nesse momento —  afirmou.

Alcolumbre também defendeu o trabalho conjunto do Congresso com o Palácio do Planalto para o enfrentamento da crise epidemiológica no país.

—  O Parlamento estará sempre aberto ao diálogo, ao entendimento e à conciliação. Porque só juntos poderemos ultrapassar essa crise que vivemos hoje no Brasil — disse.

—  O Executivo está fazendo a sua parte, o Parlamento está fazendo a sua parte. A gente precisa ter mais celeridade nas decisões. Há um sentimento de união, com a solidariedade e comprometimento de todos, vamos superar e sair dessa grave crise de saúde pública e econômica.