Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, fala sobre luto: 'Mais empatia e respeito'

Mãe do ator Paulo Gustavo, que morreu em consequência de complicações da Covid-19 no ano passado, Déa Lúcia fez um longo desabafo em seu Instagram nesta terça-feira (1).

Ao criticar quem postou estar de luto nas redes sociais por causa da eleição de Luís Inácio Lula da Silva, Déa disparou: "Mais empatia e respeito com quem realmente está de luto".

"Luto é você acordar desesperado na madrugada com crise de pânico pedindo a Deus para trazer o outro de volta, é não saber o que fazer com as roupas, o perfume e a comida que o outro gostava. Luto é você guardar uma lembrança e chorar toda vez que escuta aquele nome", postou.

O texto compartilhado por ela é de autor desconhecido. "Luto é conversar com um concreto esperando o que ele te responsa, é imaginar o outro do seu lado mesmo não estando. Você não está em luto, só está magoado porque suas vontades não foram atendidas".

Ainda na mensagem, Déa diz que fala em nome de todos os que perderam seus entes queridos. "Se você sentisse a dor do luto, parava de brincar. O Brasil segue vivo, não seja um filho mimado, respeite o outro, somos um país democrata", continua, na mensagem.