Dívida bruta do governo alcança 74,5% do PIB em novembro, aponta BC

A dívida pública do país diminuiu e está na proporção de 74,5% em relação ao PIB no mês de novembro, apontam dados divulgados pelo Banco Central (BC) nesta quinta-feira. Essa é a menor proporção desde dezembro de 2019, quando a relação entre dívida pública e o PIB era de 74,44%.

Haddad: ‘Neste momento, o mais importante é harmonizar política fiscal e monetária’

Imóveis, renda fixa, educação: Especialista explica como investir prêmio da Mega-Sena da Virada

De acordo com o BC, a dívida bruta – que soma os débitos dos governos federal, estadual, municipal e INSS – está no patamar de R$ 7,3 trilhões. O resultado de novembro de 2022 representou uma redução de 0,5 ponto percentual em relação ao mês anterior.

Na variação dos últimos 12 meses, a redução da dívida foi de 3,8 p.p., já que o patamar em dezembro de 2021 era de 77,8%. De acordo com o BC, esse indicador reflete as projeções do PIB nominal, os resgates líquidos de dívida, efeitos da valorização cambial e dos juros.

Déficit em novembro

As contas do Banco Central também mostram que o setor público teve déficit de R$ 20,1 bilhões em novembro – no ano passado, havia sido registrado um superávit de R$ 15 bilhões. Apenas o governo central teve déficit de R$ 16,5 bilhões neste mês.

Mais um ano de crise na Bolsa? Analistas listam 5 riscos para o mercado global em 2023

No acumulado dos últimos doze meses encerrados em novembro, o setor público consolidado registrou superávit de R$137,9 bilhões, equivalente a 1,41% do PIB.