Dólar abre em alta, a R$ 4,24, após Trump anunciar retomada de tarifas sobre metais brasileiros

O Globo, com agências
Dólar atingiu maior cotação histórica

RIO - O dólar voltou a avançar frente ao real nos primeiros negócios desta segunda-feira, com os investidores atentos após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dizer que irá retomar imediatamente .

Após as declarações de Trump, postadas no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, ao deicar o Palácio da Alvorada esta manhã, que pode conversar com Trump a respeito da decisão anunciada.

Às 9h07m, o dólar avançava 0,12%, a R$ 4,2458 na venda. Na sessão anterior, a moeda americana fechou em alta de 0,58%, a R$ 4,2405 na venda, encerrando o mês de novembro com salto acumulado de 5,77%, maior alta mensal desde agosto passado (+8,51%).

Nesta sessão, o dólar futuro operava em alta de 0,34%, a R$ 4,258.

O Banco Central ofertará nesta segunda-feira até 10 mil contratos de swap cambial reverso e até US$ 500 milhões em moeda spot. Em caso de venda parcial ou não colocação das ofertas, a autarquia leiloará contratos de swap tradicional, para rolagem do vencimento fevereiro de 2020.