Dólar cai, mas ainda opera na faixa dos R$ 5; Bolsa busca recuperação

Gabriel Martins

RIO — Em um dia de menor tensão nos mercados, a cotação do dólar comercial encontra espaço para ceder um pouco. Às 10h, a moeda americana era negociada a R$ 5,068, com queda de 1,32%. O mercado segue avaliando o novo pacote de estímulos à economia lançado pelo Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano) e também passando por um ajuste após uma sequência de fortes quedas. Na Bolsa, o Ibovespa (índice de referência da B3) sobe 6,79%, aos 67.888 pontos.

As medidas da autoridade monetária, que envolvem compra de títulos de dívida e várias linhas de empréstimo, foram lançadas na véspera, mas acabaram minimizadas pelo impasse sobre o pacote de US$ 2 trilhões proposto pela administração Donald Trump.

— Com o anúncio do pacote do Fed, foi reavivado um pouco o apetite para risco. O Fed está usando todas as armas que têm para conter danos maiores à economia. É como se estivesse fazendo tudo que fez em 2008, só que de maneira mais intensificada — disse Victor Beyruti, economista da Guide Investimentos.