Dólar opera abaixo de R$ 5,05, após ação de BCs; Bolsa busca recuperação

Gabriel Martins

RIO — A ação coordenada de dez Bancos Centrais, incluindo do Brasil e dos EUA, segue contribuindo para que o dólar perca força também nesta sexta. A moeda americana operava com queda de 1,11% às 10h, aos R$ 5,041. Na Bolsa, o Ibovespa avança 0,91%, aos 68.953 pontos, acompanhando a tendência dos mercados internacionais.

Na Europa, o FTSE 100 (Londres) sobe 1,64%. Em Paris, o CAC tem ganhos de 4,63%, ao passo que o Ibex 35 (Madri) tem ganhos de 3,82%. França e Espanha adotaram quarentenas mais restritivas à população, o que impactou negativamente os índices no início da semana.

— Hoje, os mercados internacionais exibem certo otimismo em relação às medidas que estão sendo adotadas pelos governos no âmbito global — avaliou Ricardo Gomes da Silva, da corretora Correparti.

Nesta sexta, o Banco Central (BC) do Brasil vai comprar títulos de dívida externa em dólares, medida conhecida como repo. Assim, o BC compra bônus da dívida brasileira denominados em dólar com o compromisso de revenda em 30 dias. O objetivo é amenizar a instabilidade do mercado.