Dólar opera acima de R$ 5,60, com mercado à espera de decisão sobre juros no Brasil

Gabriel Martins
Cédulas de dólar, a moeda oficial dos Estados Unidos

RIO — O dólar comercial opera em alta nesta quarta, com o mercado na expectativa da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre os juros no Brasil, e monitorando a revisão da nota de crédito do Brasil pela agência Fitch. Às 9h20, a moera era negociada com alta de 0,93%, valendo R$ 5,645.

No fechamento dos mercados, por volta das 18h, o Copom vai divulgar sua decisão sobre o novo patamar da taxa Selic. A projeção do mercado é que seja feito um corte de 0,5 ponto percentual. Assim, os juros básicos cairiam de 3,75% para 3,25% ao ano, renovando seu piso histórico.

A relação entre redução da Selic e alta do dólar se dá por conta da falta de atratividade na operação conhecida como carry trade. Neste sistema, investidores tomam empréstimos em países com juros baixos ou até negativos para investir em títulos públicos de nações com juros elevados, na busca por rentabilidade alta e risco baixo.

Com a provável redução da Selic no Brasil, existe um movimento de fuga de capital (dólar) do mercado local, porque os investidores avaliam que o patamar de juros não compensa o risco tomado.

Além disso, nesta terça a perspectiva para a nota de crédito soberano do Brasil foi revisado de estável para negativo pela agência de classificação de risco Fitch Ratings. As justificativas dadas para a mudança foram a deterioração do cenário econômico e fiscal do país e renovada incerteza política.