Dólar opera com volatilidade; Ibovespa sobe influenciado por cena doméstica

·3 minuto de leitura

RIO — O dólar opera com volatilidade ante o real no início desta quarta-feira, alternando altas e baixas.No exterior, os tremores sobre uma possível retirada de estímulos por parte dos bancos centrais, em especial o americano, diminuíram, mas os investidores ainda aguardam dados da inflação do país, que serão divulgados na sexta-feira.

Por volta de 10h50, a moeda americana era negociada a R$ 5,33, alta de 0,04%. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,73%, aos 123.881 pontos.

No cenário interno, os agentes de mercado seguem observando a discussão sobre as reformas. Ontem, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou o relatório da reforma administrativa. O documento fazia ressalvas a extinção de órgãos por decreto, ao acúmulo de funções e aos novos princípios da administração pública.

No caso da tributária, o governo pretende rever o projeto que unifica o PIS e a Cofins para vencer a resistência do setor de serviços.

“Acreditamos em uma abertura de viés neutro/positivo para ativos locais, que deverão se beneficiar da recuperação externa, mesmo que com alguma dificuldade”, escreveram analistas da Guide Investimentos, em relatório matinal.

Ações da Azul em alta

Entre as ações, as ordinárias da Azul (AZUL4) tinham alta firme pelo segundo pregão consecutivo, subindo 5,57%. O movimento ocorre pela especulaçao de que a empresa estaria interessada em adquirir a Latam Brasil, subsidiária do Latam Group.

No entanto, o presidente da Latam Brasil, Jerome Cadier, afirmou que não há possibilidade do negócio ser concretizado.

da Petrobras (PETR3, com direito a voto) rondavam a estabilidade e as preferenciais (PETR4, sem direito a voto) subiam 0,23%.

As ordinárias da Vale (VALE3) cedem 0,53%, em mais um dia de perdas para as commodities.

Após fecharem em queda na terça com a troca na presidência do Previ, os papéis do Banco do Brasil alternavam leves altas e baixas.

As ordinárias (BBAS3) cediam 0,03% e as do BB Seguridade (BBSE3), 0,04%.

Investimento estrangeiro

O Banco Central (BC) divulgou nesta quarta-feira que o país registro a entrada de US$ 3,5 bilhões em investimentos diretos no país (IDP) em abril. O número é bem superior aos US$ 1,6 bilhões registrados no mesmo mês do ano passado.

O IDP é um investimento de longo prazo no país, seja em um aumento da capacidade produtiva de uma fábrica, por exemplo, ou de empréstimos concedidos da sede de uma empresa multinacional no exterior para uma filial aqui no Brasil.

Além do IDP, o BC também divulgou o resultado da balança de pagamentos, diferença entre os recursos que entraram e saíram do país em abril. O registro foi de um superávit de US$ 5,7 bilhões, bem superior ao superávit de US$ 199 milhões de abril de 2020.

Esse resultado foi elevado principalmente por um aumento no superávit da balança comercial e uma redução do déficit de renda primária, que reflete a queda nos pagamentos de lucros e dividendos para empresas no exterior.

Bolsas no exterior

Na Europa, as bolsas operam perto em baixa. Por volta de 09h30, no horário de Brasília, a Bolsa de Londres cedia 0,35%. Em Frankfurt, havia queda de 0,18% e o índice CAC 40, da Bolsa de Paris, tinha leve baixa de 0,09%.

As bolsas asiáticas fecharam em alta. O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, subiu 0,3%. Em Hong Kong, houve alta de 0,9% e, na China, de 0,3%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos