Dólar sobe e Ibovespa recua, com risco político no foco dos investidores

·2 minuto de leitura

RIO — O dólar operava em alta ante o real no início do pregão desta terça-feira, com os investidores de olho nos possíveis efeitos da turbulência política para os negócios. A Bolsa também abriu em queda, acompanhando a tendência de baixa vista no dia anterior.

No cenário externo, os agentes de mercado já se preparam para a divulgação da ata do Federal Reserve, Banco Central americano, que será divulgada nesta quarta, para entender os motivos que levaram os dirigentes do banco a anteciparem a alta de juros na economia do país.

Por volta de 10h30, a moeda americana era negociada a R$ 5,13, alta de 0,85%. No mesmo horário, o Ibovespa tinha baixa de 0,67%, aos 126.067 pontos.

No exterior, destaque para o preço das commodities, em especial do petróleo. Com o impasse entre os países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados (Opep +) sobre o aumento da produção, o preço da commodity voltava a subir no exterior.

O petróleo do tipo WTI chegou a ser negociado no maior valor desde 2014 e o do tipo Brent exibia a maior alta desde outubro de 2018.

O avanço da cotação pode elevar os temores de uma pressão inflacionária pelo mundo. Nesta semana, ainda é divulgado o IPCA do mês de junho por aqui.

Ações

Mas, até o momento, essa alta não impacta positivamente os papéis da Petrobras, como já ocorreu no dia anterior.

Em um ambiente de mercado mais negativo, os papéis ordinários da estatal (PETR3, com direito a voto) cediam 0,74% e os preferenciais (PETR4, sem direito a voto), 0,62%.

As ordinárias da Vale (VALE3) subiam 0,65%.

“Antecipamos uma nova abertura de viés neutro/negativo para ativos de risco locais, que devem seguir sem força pela manutenção de um ambiente político desfavorável, apesar do impulso contínuo das commodities”, escreveram analistas da Guide Investimentos, em nota matinal.

Bolsas no exterior

Na Europa, as bolsas tinham perdas. Por volta de 10h35, no horário de Brasília, a Bolsa de Londres cedia 0,14%. Em Frankfurt e Paris, as quedas eram de 0,11% e 0,12%, respectivamente.

As bolsas asiáticas fecharam com sinais contrários. O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, subiu 0,28%. Em Hong Kong e na China, as quedas foram de 0,25% e 0,05%, respectivamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos