Dólar taxado

O governo argentino prevê um imposto de 30% sobre a compra de divisas para poupança, entre outras medidas incluídas em uma lei de emergência, com a qual pretende o mais rapidamente possível "resolver a crise social e econômica" do país.