Da Indonésia a Saquarema, uma jornada de 15 mil km para competir no mundial de surfe

Mais de 15 mil quilômetros em três dias de viagem, usando barco, ferryboat, avião e carro. A quase interminável jornada foi percorrida pela surfista peruana Sol Aguirre para poder competir no Oi Rio Pro, etapa brasileira do circuito mundial de surfe que começa nesta quinta-feira, em Saquarema.

Sol estava treinando nas ondas perfeitas das Mentawai, um arquipélago da Indonésia, quando recebeu no celular, semana passada, a mensagem a convidando para o evento no Brasil, por ser a líder do ranking regional do Qualifying Series, a divisão de acesso. Sem pensar duas vezes, iniciou a "epopeia" para chegar ao Brasil a tempo de competir. O primeiro passo foi pegar um pequeno barco até a ilha de Sipora, a principal das Mentawai, e depois um ferryboat de 3h30 até a cidade de Padang, na ilha de Sumatra.

Reforçado: Brasil terá 12 surfistas na etapa de Saquarema

A partir dali, teve início a maratona aérea, com voos até Jacarta, a capital da Indonésia, e Denpasar, na ilha de Bali, onde Sol embarcou uma longa jornada de um dia inteiro voando até o Rio de Janeiro, com paradas no Catar e em São Paulo. Por conta do fuso horário, ela saiu da Indonésia no começo da madrugada de domingo, e chegou ao Brasil no fim do mesmo dia.

Guia da etapa: As baterias, a previsão das ondas, os favoritos para Saquarema

- Que magia! - brincou ela ao conversar com O GLOBO. - Mas estou muito cansada, praticamente não consegui dormir - disse a surfista de 18 anos, que encarou toda a jornada sozinha. Seu pai preferiu continuar surfando nas Mentawai.

- Viajei sozinha e cheguei sã e salva - comemorou.

Em sua primeira participação em uma etapa do circuito mundial de surfe, Sol Aguirre está escalada para a segunda bateria da primeira fase, contra a havaiana Carissa Moore, líder do ranking, e a brasileira Tatiana Weston-Webb.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos