Da operação contra aliados ao marco temporal, relembre as últimas posições da PGR contrárias a Bolsonaro

RIO — A decisão do procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, suspendendo liminarmente a Medida Provisória de Jair Bolsonaro, que dificulta a ação das redes sociais, entra como mais uma manifestação divergente do procurador com o governo. O parecer de Aras desta segunda-feira toma uma direção contrária a do governo. Em outros pareceres recentes, o procurador-geral já havia adotado posições distintas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos