Da seleção de vôlei, Lucão usa máscara em quadra na Olimpíada para proteger filho com problemas respiratórios

·1 minuto de leitura

Durante as competições na Olimpíada de Tóquio, é possível ver um ou outro atleta usando máscaras de proteção. Uma das estrelas da nossa seleção masculina de vôlei, Lucão, de 35 anos, é um deles. O jogador, com mais de 2 metros de altura, está sempre em quadra com uma de fios de poliamida e filtro de ar descartável. O motivo principal não está no Japão, mas bem longe de lá, aqui no Brasil. Seu filho mais velho, Theo, de 4 anos, tem problemas respiratórios. Por isso, o meio-de-rede do Brasil tem tomado todos os cuidados, inclusive, nas partidas.

Lucão teme se contaminar de novo. Em janeiro deste ano, ele teve Covid-19, quando a mulher, Beatriz Casagrande, com quem está casado há seis anos, estava grávida da caçula do casal, que nasceu em junho.

Leia também: O refúgio do campeão olímpico Ítalo Ferreira: conheça a casa onde vive o surfista em Baía Formosa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos