Da urna para o streaming: músicas sobre Lula e Bolsonaro disputam parada de sucessos do Spotify

Às vésperas do segundo turno das eleições, músicas que destacam os candidatos à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) estão na boca do povo e chegaram aos topos das paradas do Spotify Brasil. O hit "Tá na hora do Jair já ir embora", de Juliano Maderada e Tiago Doidão, ocupa o primeiro lugar da lista diária de músicas virais, enquanto "Capitão do povo", dos irmãos Mateus e Cristiano, está em 19º.

Lançada na plataforma de streaming em 26 de agosto, a faixa anti-Bolsonaro entrou pela primeira vez no ranking em 2 de outubro, no primeiro turno das eleições, já como a mais ouvida. Desde então, não saiu da lista.

Em ritmo de pisadinha, arrochadeira e outros ritmos nordestinos, os versos repetem: "Eu bem que te avisei, você não quis me ouvir/ Agora tá sabendo, quem é esse Jair / Ele te fez sofrer, ele te fez chorar / Arrume as malas dele, bota ele pra vazar".

A música foi escrita por Juliano Maderada, um ex-professor de matemática goiano de 48 anos, que vive desde os 7 anos de idade em Iguaí, interior da Bahia, e já havia feito outros jingles em eleições passadas. A primeira foi em 2011, "Volta meu guerreiro", a favor de Lula.

Dupla bolsonarista começou no Faustão

Já o hit a favor de Bolsonaro é de autoria da dupla sertaneja do interior de São Paulo e foi lançado em 21 de julho. Entrou na lista do Spotify em 7 de setembro, na quinta colocação e chegou a ocupar o segundo lugar.

Criadores do jingle, os gêmeos Lucas e Mateus Vieira Gomes são naturais de Taquarituba (SP), e dedicaram 26 de seus 40 anos à tentativa de consolidar uma carreira musical. O primeiro destaque nacional foi em 2006, quando participaram do quadro "Pistolão", do "Domingão do Faustão", na TV Globo, quando ficaram conhecidos como "gêmeos do Faustão". Na época, tentaram se lançar como João Lucas e Mateus, mas o nome já estava registrado e tiveram de fazer uma enquete no próprio programa dominical para escolher os nomes artísticos de Mateus e Cristiano.

Em 2008, a dupla emplacou a canção "Se é para falar de amor" na trilha sonora da novela "A favorita", da TV Globo. Mesmo conseguindo mais um sucesso com "Me pegou no flagra", com a participação de Fernando & Sorocaba, a carreira dos dois não deslanchou nos anos seguintes. Em 2020, a dupla deixou os temas de curtição e traição de lado e investiu no filão religioso (ou "gospelnejo") e alcançou um novo sucesso com "Maria passa na frente", destaque nas vozes de Padre Marcelo Rossi e Gusttavo Lima em 2020.

A partir do hit religioso, Mateus e Cristiano foram chamados para o jingle "Capitão do Povo", seguindo a mistura de sertanejo e música gospel. O single foi lançado em maio numa das lives de Bolsonaro, da qual participaram o empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan, e Walter Braga Netto, vice na chapa do candidato do PL.