Dados de 100.000 candidatos a emprego no McDonald's Canadá são hackeados

(Arquivo) Logotipo do McDonald's

O site de empregos do McDonald's Canadá foi hackeado e os dados pessoais de cerca de 100.000 candidatos a emprego foram roubados, informou a cadeia de fast-food nesta sexta-feira.

As informações roubadas "recentemente" diz respeito às pessoas que pediram para trabalhar no McDonald desde março de 2014.

O portal de candidatura solicitava nome, endereços físico e eletrônico, números de telefone, currículo e "outras informações usuais", segundo o comunicado da rede.

A cadeia de fast food afirmou, no entanto, que os dados pessoais mais sensíveis, tais como número de seguro social ou informações bancárias e de saúde não são necessários em uma solicitação de trabalho e, portanto, não estavam entre os dados roubados.

O site foi tirado do ar e "permanecerá desativado até a conclusão da investigação", indicou a empresa, que também afirma ter "tomado medidas para garantir que este tipo de violação não volte a acontecer".

No momento, "nada indica que as informações roubadas tenham sido usadas para fraudes", acrescentou o McDonald's Canadá.