Damares criticou política de redução de danos a usuários de drogas; entenda o que é

Damares fez críticas a política de redução de danos em vídeo que circula na internet (Valter Campanato/Agencia Brasil)
Damares fez críticas a política de redução de danos em vídeo que circula na internet (Valter Campanato/Agencia Brasil)

Comprova explica: A política de redução de danos reúne uma série de estratégias que visam cuidar das pessoas que usam drogas, conferindo a elas maior qualidade de vida. As intervenções buscam, ainda, reduzir os riscos de infecções sexualmente transmissíveis. As cartilhas que tratam do assunto não são voltadas para escolas, mas para profissionais de saúde que atuam com pessoas que fazem o uso eventual de drogas e dependentes químicos. A iniciativa, cujo histórico aponta para o ano de 1926 na Inglaterra, é adotada em diversos países com resultados positivos na assistência ao público que faz uso de drogas. Ao longo do texto, utilizamos o termo usuário para fazer referência a qualquer pessoa que utilize substâncias psicoativas.

Conteúdo analisado: Vídeo da candidata ao Senado Damares Alves (Republicanos), ex-ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos do governo de Jair Bolsonaro (PL), em que ela acusa a gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “motivar” adolescentes e jovens a usar drogas. No vídeo, publicado no YouTube, Damares lê conteúdo de cartilha que trata sobre o uso de entorpecentes e, ao fundo, aparecem imagens de trechos destacados da publicação. Há também uma inserção de fotos de Lula, candidato à Presidência da República, com um fundo preto e as inscrições: “Governo Lula ensinava em cartilha como os jovens deveriam usar crack.” A ex-ministra diz que essa era a política de prevenção ao uso de álcool e drogas na administração petista.

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

Investigado por: A Gazeta, Estadão, Correio do Estado

Verificado por: CNN Brasil, Zero Hora, Piauí, Plural, Correio e O Dia