Daniel Alves usa slogan de Bolsonaro, e Felipe Melo demonstra apoio a atos de 7 de setembro

·2 minuto de leitura

RIO — Jogador do São Paulo, o lateral-direito Daniel Alves utilizou as suas redes sociais para demonstrar apoio aos atos de 7 de setembro, impulsionados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Apesar de não apoiar nominalmente, o atleta utilizou o slogan de campanha do governante em uma publicação nas redes sociais.

“Brasil acima de tudo, Deus acima de todos! Dia da nossa independência e desejo-lhes que vocês peguem esse dia para se independizar também. Se independizar das opressões, das manipulações de opiniões e das influências egocêntricas. Ser livre é poder sonhar, ser livre é poder realizar, ser livre é saber que tudo vai passar e somente os legados vão ficar! (Viva a independência do Brasil e dos brasileiros)”, escreveu o atleta.

Já o volante do Palmeiras Felipe Melo, que é assumidamente um defensor do presidente, usou seu perfil para replicar uma frase de D. Pedro I. Na foto, uma voto de sua camisa quando atuava pela seleção brasileira.

"Viva a independência e a separação do Brasil. Pelo meu sangue, pela minha honra, pelo meu Deus, juro promover a liberdade do Brasil. Independência ou morte!' - Pedro I. Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor", publicou o volante.

Ao contrário dos colegas de profissão, Elias, ex-Corinthians, fez questão de mostrar sua reprovação ao governo Bolsonaro e afirmou estar "envergonhado" com algumas demonstrações de apoio ao presidente.

Medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o atacante Paulinho, ex-Vasco e atualmente no Bayer Leverkusen (ALE), foi outro que se mostrou crítico a situação.

"Imagina tu sair mna rua para defender gasolina a 7 reais, dólar cima de 5 reais, gás de cozinha acima de 100 reais, 15 milhões de desempregados, superfaturamente na compra de vacinas e milhares de mortes por ineficiência de um governo", questionou o atacante.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos