Daniel Couri, da IFI, vai trabalhar com secretário de Tebet

O economista Daniel Couri, diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão ligado ao Senado, aceitou um convite para integrar o time de Simone Tebet, no Ministério do Planejamento. Ele vai ser secretário-adjunto da Secretária de Orçamento Federal, comandada pelo consultor de Orçamento Paulo Roberto Bijos. Sua nomeação deve sair no final de janeiro.

Couri é consultor do Senado e tem experiência na área de orçamento. Sua transferência para o ministério já foi acertada com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Segundo interlocutores ouvidos pelo GLOBO pesou em sua decisão de aceitar o convite o fato de seu mandato na IFI estar chegando ao fim – ele assumiu a função de diretor em 2019, para um mandato de quatro anos – e também pela recusa de Vilma Pinto, outra diretora da IFI, em aceitar um cargo na pasta.

Como secretário-adjunto, ele será o principal auxiliar de Paulo Bijos. A dupla escreveu um artigo publicado no livro “Reconstrução: o Brasil nos anos 20”, em que sugerem a modificação do processo orçamentário por meio de um tripé que contemple uma regra para despesas, a criação de uma marco fiscal e orçamentário para médio prazo e um mecanismo de revisão periódica do gasto público.