Danielle Winits diz ter sofrido preconceito por ser loira

Redação Vida e Estilo
Foto: Globo/João Cotta
Foto: Globo/João Cotta

Danielle Winits surpreendeu ao público durante o Domingão do Faustão deste domingo. No quadro “Show dos Famosos”, a atriz interpretou Valesca Popozuda com o hit “Beijinho no Ombro” e falou sobre empoderamento feminino revelando que já sofreu preconceito em sua carreira.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

"A mulher poder falar o que quer, usar e ser o que quer. Eu sei porque passei por muito preconceito. Já, bastante. Sei lá se porque botei peito, sou loira. Costumava falar: 'sou loira mas minha raiz é de outra cor'. Hoje em dia eu falo que sou loira porque gosto de ser loira. Beijinho no ombro. E tudo bem! A Valesca veio com essa proposta, essa mulher forte, falando coisas empoderadas", disse.

Leia mais: Silvio Santos revela que não assiste à TV

A colega de trabalho, Claudia Raia elogiou a bela. “Quem te conhece sabe sua vida, sabe a mãe, a profissional que você é. É tudo muito emocionante. Não é fácil viver desse ofício nesse país, principalmente sendo bonita e gostosa. Nós sabemos bem disso. A sua raiz é da cor que você quiser, você sempre se impôs dessa maneira, é extremamente digna no que faz. Acho que agora a resposta é beijinho no ombro para todo mundo", completou.

Assista a seguir: Novelas da Globo serão mais parecidas com séries