Danilo Cabral minimiza dissidências, exalta PT e diz que vai liderar time de Lula

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - O deputado federal Danilo Cabral (PSB) afirmou nesta quarta-feira (8) que as divergências entre o PT e o PSB de Pernambuco estão superadas, minimizou as dissidências internas e afirmou que irá liderar o palanque do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no estado.

"Não vou estar aqui disputando narrativas, esse fato já é superado. O próprio Lula já anunciou publicamente que eu seria o candidato dele a governador de Pernambuco", afirmou Cabral em sabatina à Folha de S.Paulo e ao UOL.

Cabral disputa com a deputada federal Marília Arraes, que trocou o PT pelo Solidariedade para disputar o governo de Pernambuco, o eleitorado mais identificado com o ex-presidente, que tem alta popularidade no estado. Ambos vão apoiar Lula, mas o petista declarou que irá trabalhar pelo nome Cabral.

O deputado afirmou que o eleitorado saberá identificar quem é "o time de Lula" e destacou a "aliança estratégica" com o PT e parceria com a deputada estadual petista Teresa Leitão, que será candidata ao Senado em sua chapa.

Aliados em Pernambuco a partir de 2007, o PT e o PSB tomaram rumos diferentes no estado a partir de 2014 e retomaram a parceria localmente em 2018 e nacionalmente em 2022. Neste período de afastamento, o PSB apoiou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em 2016.

Danilo Cabral, que foi um dos deputados que votou a favor do afastamento da presidente, classificou o voto contra Dilma como um erro histórico e destacou que o PSB já se retratou sobre o assunto.

"É uma questão superada. O PSB externou publicamente que houve, sim, um erro, um equívoco histórico na condução do processo do impeachment", afirmou.

Ele também minimizou o discurso antipetista adotado pelo candidato João Campos (PSB) no segundo turno da eleição para a prefeitura do Recife, em 2020: "Foi uma questão incidental de um período eleitoral".

Cabral disse ainda que vai defender o legado dos governos do PSB no estado, exaltou o ex-governador Eduardo Campos (1965-2014) e disse que não irá esconder em sua campanha o governador Paulo Câmara (PSB), que enfrenta baixa popularidade.

"Tenho muito orgulho do meu time. Tem gente que esconde palanque, eu não escondo palanque", afirmou, destacando que parte dos seus adversários são ligados ao presidente Jair Bolsonaro (PL), mas não falam publicamente sobre a aliança.

Também disse que não está preocupado com pesquisas eleitorais e disse que está confiante de que irá crescer ao longo da campanha.

"Começamos a campanha agora. Eu sou a novidade da campanha, meus adversários já estavam em campanha há algum tempo", disse Cabral, destacando que seus principais adversários eram prefeitos ou concorreram ao cargo na eleição de 2020.

Galeria Pré-candidatos ao governo de Pernambuco Candidaturas serão referendadas em convenções partidárias entre 20 de julho e 5 de agosto https://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/1734887775694989-pre-candidatos-ao-governo-de-pernambuco#foto-1734887775894388 *** A série de sabatinas com pré-candidatos ao Governo de Pernambuco é promovida pela Folha e pelo UOL e começou nesta segunda-feira (6) com Marília Arraes. Nesta quarta-feira (8), também foi ouvido o ex-prefeito de Petrolina Miguel Coelho (União Brasil).

Na quinta (9), a entrevistada será Raquel Lyra (PSDB), às 10h, e o historiador Jones Manoel (PCB). Também estão confirmados para entrevista o ex-prefeito Anderson Ferreira (PL), na sexta (10), às 10h, e o advogado João Arnaldo (PSOL), no mesmo dia, às 16h.

A sabatina foi conduzida por Diego Sarza e pelos jornalistas Carlos Madeiro, do UOL, e José Matheus Santos, da Folha.

CONFIRA AS DATAS DAS SABATINAS E DOS DEBATES

Sabatinas presidenciais

2º turno - de 10 a 14/10

Debates presidenciais

2º turno - 13/10, às 10h

Debate com candidatos à Vice-Presidência

1º turno - 29/9, às 10h

Debate com candidatos ao Senado

1º turno - 27/9, às 10h

Sabatinas com pré-candidatos ao Governo de SP

2º turno - de 17 a 21/10

Demais sabatinas

Semana de 13/6 - RS Semana de 20/6 - CE

Debates com candidatos ao Governo de SP

1º turno - 19/9, às 10h

2º turno - 20/10, às 10h

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos