Dany Bananinha revela motivo da separação do pai da sua filha: 'Terminei gostando'

Dany Bananinha abriu o coração e falou pela primeira vez sobre o fim do casamento com o fisioterapeuta Pedro Koellreutter, pai da sua filha, Lara, de 2 anos e 7 meses. Os dois se separaram no início do ano, após um ano de relacionamento.

Aos 46 anos, a diretora de palco do "Domingão com Huck" afirma que se sentiu sozinha na relação e que fez de tudo para salvar seu casamento.

"Tentei ao máximo, conversei, tentei, mostrei. Fiz de tudo para salvar meu casamento e tomei a atitude no momento certo (...) Eu terminei gostando. Eu só entendi que não ia mudar lá na frente, que não ia ser como eu estava tentando que fosse, e por que eu ia perder tempo ali. Uma parada que estava ficando tão clara: eu estava ficando sozinha. O pior relacionamento que existe é quando você se sente sozinha com uma pessoa do lado", justificou ela, em entrevista ao "PodGether", apresentado por Swellen Sauer e a atriz Michelle Martins.

O romance começou em 2019, após os dois se conhecerem numa academia na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, onde Pedro trabalha como personal trainer, e Dany treina.

Na época, a notícia da gravidez pegou os dois de surpresa e causou um rebuliço na vida do pai da criança. Os dois começaram um relacionamento, nada sério, quando o rapaz ainda estava em processo de separação da ex-mulher.

Dany e o fisioterapeuta, de 40, decidiram então ficar juntos, mas não pretendiam assumir publicamente o romance em função do antigo relacionamento dele.

Pedro tem outro filho, de 11 anos, e é sócio-diretor de uma clínica de fisioterapia. Mesmo separado de Dany, ele segue sendo superpresente na vida da filha Lara.