Datafolha: 54% consideram prisão do ex-presidente Lula justa

Paulo Lopes/Futura Press

Pesquisa Datafolha divulgada nesta semana revela que a maioria dos entrevistados considera justa a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com o levantamento, realizado entre os dias 11 e 13 de abril, 54% consideram a prisão de Lula justa, e 40% consideram o contrário. Seis por cento não souberam opinar.

Os entrevistados, porém, se mostraram divididos ao serem perguntados se o petista deveria concorrer à eleição ou ser impedido de fazer campanha: 50% responderam que não, que ele deveria ser barrado, e 48% disseram sim. Não souberam responder 3%. Em janeiro, 51% dos eleitores disseram que o ex-presidente deveria ser barrado e 47% que ele deveria participar do pleito.

Essa foi a primeira pesquisa feita após Lula começar a cumprir a pena. Ele se entregou à Polícia Federal no dia 7 de abril.

Segundo o instituto, a opinião de que a prisão de Lula foi justa é maior entre os entrevistados do sexo masculino, com maior taxa de escolaridade, maior média de salário e morador das regiões Sudeste, Sul ou Centro-Oeste. Entre os mais escolarizados, a porcentagem dos que acham a prisão justa atinge 71%.

Já a maioria dos entrevistados que consideraram a prisão injusta aparece entre os menos escolarizados, com 51%.

Ao serem perguntados se acreditam que o ex-presidente vai disputar as eleições este ano, 62% responderam não, 18% com certeza, 16% talvez e 4% não souberam dizer.

O Datafolha ouviu 4.194 pessoas entre 11 e 13 de abril em 227 municípios. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.