Datafolha em São Paulo: Covas derrota todos os rivais no segundo turno

IGOR GIELOW
·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 12.11.2020 - Candidatos à Prefeitura de São Paulo durante debate promovido pela TV Cultura. (Foto Marlene Bergamo/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 12.11.2020 - Candidatos à Prefeitura de São Paulo durante debate promovido pela TV Cultura. (Foto Marlene Bergamo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na disputa eleitoral paulistana, três candidatos disputam uma vaga no segundo turno com o prefeito prefeito paulistano, Bruno Covas (PSDB). Hoje, segundo aferiu o Datafolha, todos perderiam para o tucano.

Covas bateria Guilherme Boulos (PSOL) por 57% a 30% dos votos totais, um cenário de estabilidade em relação à rodada anterior da pesquisa, feita na segunda (9) e na terça (10) passadas.

Boulos está numericamente à frente dos rivais na disputa pela vaga, mas em situação de empate estatístico.

Na sequência vem Márcio França (PSB), o ex-governador de São Paulo que foi derrotado em 2018 por João Doria (PSDB), de quem Covas herdou a cadeira.

Num segundo turno, o tucano teria 51% a 36% do pessebista, o menor índice em favor do prefeito nas simulações. Na rodada anterior, houve oscilação dentro da margem de erro de dois pontos do levantamento: Covas tinha 53% e França, 34%.

Por fim, Celso Russomanno (Republicanos), que começou a disputa na ponta, perderia pela maior margem: 63% a 21% para Covas. No fim de setembro, ele tinha 46% contra 40% do prefeito.

No PSDB, o candidato visto como ideal para a disputa é Boulos, porque afastaria o eleitor mais conservador para o campo do tucano.

Apesar de perder nas simulações, França é considerado um adversário mais perigoso, por teoricamente encontrar-se fora da polarização e ter atrativos tanto à esquerda quanto à direita.

Foi por isso que Covas elegeu Boulos como seu antípoda nos debates da última semana de campanha, evitando protagonismo ao ex-governador.

O levantamento ouviu 2.987 pessoas na sexta (13) e sábado (14). Encomendado pela Folha de S.Paulo em parceria com a Rede Globo, ele foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral sob o número SP-01587.