Datafolha: Lula aparece com 48%, Bolsonaro tem 22% e Moro 9%

·1 min de leitura
CIUDAD DE BUENOS AIRES, BUENOS AIRES, ARGENTINA - 2021/12/11: Ignacio Da Silva gestures to the public during the event.
The former president of Brazil, Inácio Lula Da Silva, and of Uruguay, José Pepe Mujica, participated in a meeting with union leaders of Argentina at the Central General de los Trabajadores in Buenos Aires. (Photo by Manuel Cortina/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Lula venceria no primeiro turno nos dois cenários testados (Foto: Manuel Cortina/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Ex-presidente Lula aparece em primeiro lugar nas intenções de voto e venceria no primeiro turno, segundo pesquisa Datafolha

  • Bolsonaro aparece em segundo lugar, com 22% das intenções

  • Moro e Ciro tem empate técnico

O ex-presidente Lula (PT) aparece como favorito nas eleições presidenciais de 2022, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (16). O petista tem 48% das intenções de voto, ampla diferença em relação ao segundo colocado, Jair Bolsonaro (PL), com 22%.

A pesquisa foi feita entre os dias 13 e 16 de dezembro e foram ouvidas 3.666 pessoas, todas com mais de 16 anos, em 191 cidades do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Foram testados dois cenários e em ambos os casos, Lula venceria no primeiro turno.

Cenário A:

  • Lula: 48%

  • Bolsonaro: 22%

  • Sergio Moro: 9%

  • Ciro Gomes: 7%

  • João Doria: 4%

  • Nulo/branco/ninguém: 8%

  • Não sabem: 2%

Cenário B:

  • Lula: 47%

  • Bolsonaro: 21%

  • Sergio Moro: 9%

  • Ciro Gomes: 7%

  • João Doria: 3%

  • Simone Tebet: 1%

  • Rodrigo Pacheco: 1%

  • Alessandro Vieira: 0%

  • Aldo Rebelo: 0%

  • Felié d’Ávila: 0%

  • Nulo/branco/ninguém: 8%

  • Não sabem: 2%

Pesquisa espontânea

A principal diferença da pesquisa em relação ao levantamento feito em setembro foi o crescimento do ex-presidente Lula na pesquisa espontânea, quando dados não são apresentados. O petista tinha 27% e subiu para 32%. O índice de Bolsonaro oscilou na margem de erro, era de 20% e está em 18%.

Na pesquisa espontânea, 36% das pessoas dizem que não sabem em quem votarão em 2022.